Crème brûlée com aroma de tangerina

Depois de longas e merecidas férias e um ótimo carnaval estou de volta com novas e deliciosas receitas! Então, para adoçar essa volta, a receita do dia será de Crème brûlée (“creme queimado” em francês). Apesar de não se saber ao certo a origem dessa receita, a primeiro referência a essa receita que se tem notícias é de François Massialot, em 1961. (fonte: wikipédia)

Apesar de ter um preparo relativamente simples, é necessário alguns cuidados no processo para que o creme fique com uma consistência lisa e aveludada, o que vai contrastar muito bem com a consistência dura e crocante do açúcar queimado.
Eu preparei essa sobremesa no dia que fiz o jantar em “homenagem” ao meu novo maçarico. No jantar todas as receitas (entrada, prato principal e sobremesa foram maçaricadas). Para conferir as outras receitas clique aqui e aqui.



Ingredientes:


1 litro de creme de leite fresco
10 gemas
250 ml de leite
1 xícara de açúcar
Raspas de duas tangerinas
Açúcar para maçaricar

Em uma panela grande junte o creme de leite fresco, o leite e as raspas de laranja. Leve ao fogo baixo até começar a ferver, desligue o fogo em seguida (não deixe o leite levantar fervura para não talhar). Misture com um fuê e reserve até que esfrie. (O meu lindo e novo fuê “fluô” foi presente da minha querida amiga Thais Dantas)

Em uma vasilha, adicione as gemas e o açúcar. Bata vigorosamente com um fuê  até obter um creme esbranquiçado.

Quando o creme de gema e açúcar chegar a esse ponto, acrescente o leite (que deve está a temperatura ambiente).

IMPORTANTE: Passe o leite por uma peneira bem fina para retirar toda a casca da tangerina. Assim, o aroma ficará leve e o creme liso sem nenhuma casquinha.

Misture bem até incorporar perfeitamente o leite ao creme de gema e açúcar.

DICA: Após misturar o leite ao creme de gemas deixe a mistura descansar por alguns segundos até que toda a espuma formada vá para a superfície. Em seguida, com o maçarico, vá eliminando todas as bolhas até obter um líquido liso. Essa etapa é importante para que o resultado seja um creme liso e aveludado e não um creme aerado.

Em uma travessa ou refratário arrume os ramequins lado a lado e coloque água quente até a metade da altura dos mesmos. Em seguida, adicione o creme até quase o topo de cada ramequim (é importante ficar quase no topo para facilitar na hora de maçaricar o açúcar). Leve ao forno pré-aquecido até que eles adquiram uma coloração amerelo/dourada, e uma textura quase de gelatina quando balançados.

DICA: coloque uma toalha de prato limpa no fundo do refratário, isso evita que na hora que a água começar a ferver as bolhas salpiquem água dentro dos ramequins.

Quando o creme estiver na coloração e consistência exata, retire do forno, deixe esfriar e leve a geladeira por pelo menos 1 hora ou até que o creme esteja bem gelado.

IMPORTANTE: Só retire da geladeira para maçaricar na hora de servir.

Com o creme gelado, coloque uma colher de sopa de açúcar e vá girando com cuidado para aderir o açúcar em cima do creme. Retire o excesso. Repita esse procedimento em todos os ramequins.

Agora vem a parte legal da receita, a hora de maçaricar! Aproxime a chama do maçarico do açúcar até que ele comece a caramelizar. Evite deixar o maçarico por muito tempo no mesmo ponto para não queimar muito o açúcar, mas alguns pontos mais escuros são bem vindos!

Está pronto para servir! Sirva em seguida para que o creme esteja bem gelado e o açúcar caramelado ainda um pouco quente e bem crocante.

Bom apetite!

Anúncios

4 thoughts on “Crème brûlée com aroma de tangerina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s